DIORMAG

22.09
novidades

Dez anos de criação

Realizado por Loïc Prigent, o documentário Os desenhos de Christian Dior dá vida aos esboços do estilista-fundador, alguns deles revelados pela primeira vez. Transmitido no dia 30 de setembro, pelo canal Arte, esse filme destaca de forma inédita o legado de Christian Dior.

21.09
novidades

Jasmin des Anges

Floral e frutada, Jasmin des Anges é uma ode à região de Grasse, onde François Demachy cresceu. Descubra o universo inebriante dessa fragrância luminosa pertencente à família olfativa da Maison Christian Dior.

"Gosto de visitar os campos de flores em Grasse especialmente no início do outono, quando elas exalam no ar perfumes frutados. É o momento em que são colhidas as últimas flores de jasmim, com seu perfume delicioso, semelhante a um licor floral. Elaborado como uma homenagem a esses verões tardios, Jasmin des Anges é um convite floral-frutado aos sabores de damasco semiconfitados", comenta esse grande apaixonado a respeito de sua criação. Revelando aqui uma nova faceta de uma de suas flores prediletas, o Perfumista-Criador da Dior apresenta uma fragrância ensolarada, que traz em seu coração um jasmim radiante. Homenageando sua Provença natal, o nome dessa composição íntima reflete a Baía dos Anjos, que vai de Nice a Saint-Laurent-du-Var pela costa mediterrânea.

21.09
novidades

Amamos Perfumes: Sophie Vouzelaud

Modelo e vice-campeã do Miss France 2007, Sophie Vouzelaud integra a comunidade de "fragrances lovers", revelando para a Maison Christian Dior suas memórias olfativas.

"Não existe amor sem perfume! ", ela declara. Indissociável das emoções e das sensações, o perfume ocupa um lugar essencial em sua vida. Dos rastros que marcaram sua infância, a outros mais inefáveis, que a tornam mais confiante, Sophie Vouzelaud fala de forma poética e delicada. Entre as fragrâncias imaginadas pela Maison Christian Dior, Jasmin des Anges seduziu esta apaixonada com suas notas envolventes e sensuais.

20.09
novidades

Cologne Royale 

Para a Maison Christian Dior, François Demachy explora territórios olfativos íntimos e audaciosos. Com Cologne Royale, essa mente livre revisita com singularidade um clássico da perfumaria.

"Criar uma colônia é um ritual para perfumistas. Rigorosa, autêntica, Cologne Royale obedece a esse exercício calibrado, equilibrado de estilo, fusionando os mais belos cítricos: tangerina, laranja e limão. Sua elegância é clássica e ao mesmo tempo singular. Sua essência é viscontiana e declara que nada muda, pois tudo muda", comenta o Perfumista-Criador exclusivo da Dior evocando a frase cult do filme O Leopardo, realizado por Luchino Visconti. Com suas raízes fincadas na Itália do século XVI, a eau de Cologne tornou-se, décadas mais tarde, objeto de desejo da corte de Versalhes e do próprio rei Luís XV. Esse perfume, que era usado como uma espécie de antídoto, impregnava os salões da corte real do palácio, onde reinava uma atmosfera única. O típico ambiente que cativava Christian Dior e que guiou a composição de François Demachy. Assim nasceu uma obra tônica e refrescante marcada pelo hedonismo, celebrando ingredientes raros e preciosos.

20.09
novidades

Amamos perfumes: Mathias Kiss

Artista contemporâneo parisiense, Mathias Kiss compartilha com a Maison Christian Dior seu amor pelo perfume. Retrato olfativo de um "fragrance lover".

Ele estudou no Compagnons du Devoir por cerca de quinze anos antes de voltar sua carreira para a arte contemporânea, em um diálogo envolvendo a pintura, a escultura e a arquitetura. De sua infância, lembra de odores singulares como os dos postos de gasolina ou das aguarrás usadas para encerar pisos antigos. Das notas olfativas dos produtos químicos que ele manipula em suas obras à cânfora, que lembra suas sessões de boxe tailandês, esse cidadão inveterado também gosta do perfume singular do betume após uma tempestade. Na Maison Christian Dior, ele escolheu uma fragrância com um nome evocador: Cologne Royale.

Mais artigos